Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Editora Fecilcam publica livro que mapeia campanhas políticas de candidatos religiosos à ALEP em 2018, com autoria de membros do Grupo de Pesquisa Cultura e Relações de Poder da Unespar

Editora Fecilcam publica livro que mapeia campanhas políticas de candidatos religiosos à ALEP em 2018, com autoria de membros do Grupo de Pesquisa Cultura e Relações de Poder da Unespar

Pesquisa

Com objetivo de mapear as campanhas de candidatos religiosos que participaram do pleito eleitoral, em 2018, para a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (ALEP), o livro Religião e eleições: usos do Facebook em campanhas no Paraná, publicado pela Editora Fecilcam, é fruto de análises e investigações conduzidas pelo Grupo de Pesquisa Cultura e Relações de Poder, vinculado ao Programa de Pós-graduação Sociedade e Desenvolvimento (PPGSeD) da Universidade Estadual do Paraná, campus de Campo Mourão. Os autores da obra são o Prof. Dr. Frank Mezzomo, Prof. Lucas Alves e Profa. Cristina Pátaro. Desde 2014, o projeto vem contando com apoio financeiro da Fundação Araucária e do CNPq, mediante a concessão de bolsas de estudos e apoio no custeio e capital para a realização da pesquisa.

DOWNLOAD DO LIVRO (CLIQUE AQUI)

Na obra em questão, os autores procuram identificar os elementos religiosos acionados e ressignificados no pleito eleitoral pelos candidatos, e como os mesmos utilizaram mídias sociais para realizar suas campanhas eleitorais no Facebook. As fontes apresentadas foram coletadas de forma sistemática nas páginas e perfis dos candidatos, durante o período de Junho a Outubro de 2018, incluindo vídeos, fotos, textos, entre outras publicações.

O livro está organizado em duas partes principais. Na primeira parte, são trazidas discussões teóricas relativas à participação de grupos religiosos na política, em especial no contexto brasileiro, bem como a utilização de mídias feita pelos mesmos. Junto a isso, um panorama do cenário político e econômico do país e do estado do Paraná nos últimos anos é apresentado. Há também uma problematização de questões que tangem à relação entre Estado e sociedade, construídas a partir das noções de modernidade, laicidade e espaço público.  Por fim, o leitor será introduzido às etapas e estratégias metodológicas utilizadas para a produção dos dados – apresentados de forma sequencial.

A segunda parte traz materiais de campanha de 51 candidatos religiosos oriundos de diferentes denominações religiosas: católicos, evangélicos e religiões afro-brasileiras. Para cada candidato, são apresentados elementos acerca de sua vinculação política e religiosa, da trajetória biográfica, das relações político-partidárias, bem como os materiais de campanha construídos e disponibilizados por meio da plataforma Facebook, que evidenciam ligações ao universo religioso – sejam no apoio recebido, na circulação pelos espaços eclesiásticos ou pelo acionamento de valores, símbolos e pautas.