Você está aqui: Página Inicial > Noticias20222023 > Afrografias: exposição do projeto migra para a Biblioteca Municipal Professor Egydio Martello

Afrografias: exposição do projeto migra para a Biblioteca Municipal Professor Egydio Martello

Extensão

por Milleni Bezerra Moreira publicado: 16/12/2022 08h53 última modificação: 16/12/2022 09h28

O Projeto Itinerante Afrografias surge como um desdobramento das atividades realizadas no Seminário Afro [R]existência promovido pelo Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais (NERA), que compõe o Centro de Educação em Direitos Humanos (CEDH), da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), campus de Campo Mourão, em parceria com a Pró-Reitoria de Políticas Estudantis e Direitos Humanos (PROPEDH).

Abordando temáticas inerentes à negritude por meio da fotografia, Afrografias objetiva propiciar à comunidade o contato com a arte fotográfica a fim de evidenciar diferentes perspectivas da representatividade negra na sociedade, aprofundando a compreensão sobre os sujeitos afro-brasileiros que compõem a comunidade mourãoense. Com fotografias feitas por Milleni Bezerra Moreira, Discente do curso de Letras Português-Inglês e Assessora de Comunicação da Unespar, campus de Campo Mourão, o exposição tenciona propiciar a apreciação de professores(as) e alunos(as) da rede básica, por meio de visitas agendadas. O projeto é coordenado por Valdete dos Santos Coqueiro, docente do curso de Matemática e também Coordenadora do NERA da Unespar, campus de Campo Mourão.

A escolha por um Projeto Itinerante foi motivada pela possibilidade de deslocamento da exposição por diversos espaços de Campo Mourão. A inauguração foi realizada no Hall do Anfiteatro da Unespar, no dia 16 de novembro e permaneceu em exposição até o dia 13 de dezembro. Além disso, a exposição também esteve no III Seminário Internacional de Inclusão no Ensino Superior, evento realizado  de 30 de novembro a 02 de dezembro, e no IV Seminário Afro [R]existência, tanto no espaço físico quanto no virtual por meio do link abaixo.

EXPOSIÇÃO ONLINE (CLIQUE AQUI)

Entre os dias 13 de dezembro de 2022 e 03 de fevereiro de 2023, a amostra cultural ficará exposta na Biblioteca Municipal Professor Egydio Martello, e aberta à visitação da comunidade. Ao longo do próximo ano, o projeto extensionista ainda estará em diversos espaços e instituições, com a finalidade de alcançar os mais variados públicos.

Em breve, será divulgado o calendário completo da exposição para o ano de 2023.

 

Biblioteca Municipal Prof. Egydio Martello

A Biblioteca Pública Municipal Prof. Egydio Martello, ligada à Fundação Cultural de Campo Mourão (Fundacam), é uma das instituições de cultura do município de Campo Mourão e, em setembro de 2022, completou 65 anos de existência.

Conta com um acervo de livros de literaturas brasileiras, estrangeiras, e de escritores mourãoenses, bem como livros técnicos e de pesquisa. Conta, ainda, com acervo de periódicos, fotografias, fita de vídeo, obras em Braille etc. Utilizando o Sistema Pergamum para catalogação e informatização do acervo, busca oferecer ao leitor um atendimento de qualidade, promovendo um acesso amplo e democrático aos livros a arte e a literatura.

As primeiras manifestações pró-fundação da Biblioteca ocorreram em 1950 quando um grupo de cidadãos mourãoenses, entre os quais, o Sr. Roger Miguel Vargas (In memorian), Sr. Afonso Germano Hruska (In memorian) e Dornélia Lourdes Huber manifestaram o desejo de criação da mesma.

A ideia cresceu e ganhou adeptos, até que em 06 de agosto de 1955, o mesmo grupo realiza o "Baile do Livro", objetivando a aquisição de material bibliográfico. Em 1957 o então prefeito Roberto Brzezinski (In memória ) através da Lei 07/57 de 30 de Setembro de 1957 autoriza o município a encampar a Biblioteca Pública Municipal de Campo Mourão.

SAIBA MAIS (CLIQUE AQUI)