Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Campus participa de atividades do Outubro Rosa em parceria com outras instituições

Campus participa de atividades do Outubro Rosa em parceria com outras instituições

Neste mês, o Campus de Campo Mourão/UNESPAR e o Centro de Educação em Direitos Humanos (CEDH Local) estão participando em parceria com a 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão, UNIMED, Hospital Santa Casa, Faculdade Integrado e Faculdade Unicampo, das atividades do Outubro Rosa. Neste ano, além das ações já promovidas pela 11ª Regional de Saúde, que visa conscientizar a população feminina, e também a sociedade em geral, sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, a Regional de Saúde em parceria com as instituições de ensino mencionadas e com os serviços de atendimento à população têm organizado o evento “Dialogando sobre a Violência contra as Mulheres”, mediante três rodas de conversas. A abertura do evento aconteceu no dia 23/10, na Faculdade Integrado, momento em que tivemos a primeira roda de conversa: “Violência de gênero e feminicídio” com a presença de palestrantes do CREAS, da Faculdade Unicampo e da Regional de Saúde. No dia 25/10, no SINDISCAM, ocorreu a segunda roda de conversa: “Reflexões sobre a violência simbólica: poder, dominação e mídia”, com palestrantes da UNESPAR/Campus de Campo Mourão: a professora Claudia Priori (coordenadora do CEDH Local), o professor Márcio José Pereira (do colegiado de História) e o professor Rafael dos Reis Biazin (do curso de Psicologia, da Faculdade Unicampo). A terceira roda de conversa ocorrerá no dia 31/10, às 19:30, na Casa da Cultura, e terá como temática a “Violência obstétrica: a verdadeira dor do parto”. O diretor do Campus de Campo Mourão, professor João Marcos Borges Avelar, salienta a importância dessas ações realizadas em parcerias com outras instituições, pois isso aproxima ainda mais a universidade da comunidade externa, bem como ressalta a necessidade de ampliar essas ações para os bairros do município, levando conhecimento e promovendo a conscientização de temas tão pertinentes para a população. A coordenadora do CEDH Local, professora Claudia Priori, destaca a relevância do evento, pois dialogar sobre a violência contra as mulheres, prevenir e combater é urgente e necessário, pois ainda vivemos num país que agride e mata mulheres todos os dias, por sua condição de gênero, e precisamos fazer enfrentamento às violências de gênero diariamente. A professora destaca também a importância do evento, pois possibilita prestar informações acerca dos serviços oferecidos às mulheres, bem como promove prevenção e conscientização às mulheres e à população, de que as mulheres têm direitos e devem ser respeitados, inclusive o de viver sem violência.