Você está aqui: Página Inicial > Graduação > Letras > Projetos Desenvolvidos

Projetos Desenvolvidos

PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência:
Língua Portuguesa: Leitura, escrita e análise linguística: articulações necessárias no processo de ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa
Coordenadora: Profa. Adriana Beloti
Supervisoras: Profa. Édina do Sacramento (Colégio Estadual Dr. Osvaldo Cruz) e Profa. Shirlei Aparecida Doretto (Colégio Estadual Marechal Rondon)
Resumo: O subprojeto de Língua Portuguesa trabalha com a formação inicial e continuada de professores, relacionando prática – teoria – prática, a fim de contribuir com as ações desenvolvidas nas escolas participantes e, desse modo, possibilitar atividades que possibilitem melhorias na qualidade da Educação Básica. O objetivo principal é refletir e discutir sobre o processo de ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa nas escolas, elegendo como foco principal a prática discursiva de escrita. A partir do principal objeto de estudo – a escrita -, trabalha com outros conteúdos de estudo e de ensino, como leitura e análise linguística. Nesse sentido, a produção textual escrita tem sido tema privilegiado em todo o processo de formação dos bolsistas, com estudos teóricos, metodológicos e desenvolvimento de práticas fundamentadas no aporte estabelecido – tanto práticas efetivas de escrita pelos acadêmicos, quanto o desenvolvimento de atividades para implementação nas escolas, com as etapas de revisão e de reescrita. A partir do delineamento de como se configura o trabalho com a linguagem em sala de sala de aula, a formação teórico-metodológica vai ao encontro das práticas vivenciadas e objetiva possibilitar os subsídios necessários para novas práticas, sustentadas em uma perspectiva que considere a linguagem como prática discursiva, orientada por uma vertente dialógica. Considerando o objetivo de contribuir com a formação inicial e continuada de professores, o subprojeto mantém o diálogo constante entre a universidade e a Educação Básica, a fim de estabelecer, o máximo possível, a práxis. Assim, entendemos que a relação estabelecida por meio dos encontros de formação e da vivência constante do espaço escolar possibilita uma formação teórica, metodológica e prática de maneira sólida e consistente, relacionando teoria e prática na formação inicial e continuada. Outra atividade de destaque do subprojeto é a realização do tripé do Ensino Superior: ensino, pesquisa e extensão, desenvolvendo trabalhos de pesquisa para apresentação em eventos científicos, o que proporciona reflexões que contribuem para as ações do subprojeto.



PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência:
Língua Inglesa: A produção de materiais alternativos no processo de formação inicial e continuada do professor de Língua Inglesa
Coordenadora: Profa. Maria Izabel Rodrigues Tognato
Supervisoras: Profa. Adriana Novais (Colégio Estadual Unidade Polo – Ensino Fundamental e Médio e Colégio Estadual Marechal Rondon – Ensino Fundamental e Médio e Cursos Técnicos) e Profa. Angela Aparecida Gonçalves Oliveira (Colégio Estadual Marechal Rondon – Ensino Fundamental e Médio).
Resumo: Há muito temos presenciado as dificuldades enfrentadas por aqueles que integram o ensino público no que se refere tanto à valorização da educação pública, quanto à falta de motivação dos estudantes, de respeito e de atitudes positivas, bem como a lacuna existente no processo de formação inicial e continuada dos professores. Estudos indicam que a formação inicial mostra-se distante da realidade encontrada nas escolas (SILVA; MARGONARI, 2011) e, em se tratando do ensino de línguas estrangeiras/Língua Inglesa, a situação torna-se ainda mais problemática pela falta de oportunidades de uso real da língua em diferentes contextos, mas, sobretudo, por haver um descompasso entre o esperado pelos alunos e o ofertado pela escola pública. O subprojeto de Língua Inglesa possibilita ao professor em formação relacionar teoria e prática real, de modo a preparar-se para o ensino de Língua Inglesa tanto na rede pública como no setor privado, com o intuito de prover meios para que o ensino público seja viável e atinja os objetivos propostos pelos documentos prescritivos que norteiam o ensino em nível nacional e estadual (PCN, OCEM, DCE/Paraná). Diante disso, este projeto propõe-se a contribuir simultaneamente para a formação inicial e continuada, tomando como eixo norteador os fundamentos teórico-metodológicos do Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2007), das Capacidades de Linguagem (DOLZ; SCHNEWLY, 2004; CRISTOVÃO; STUTZ, 2011), bem como os estudos do círculo de Bakhtin e a abordagem sócio-histórica dos processos de aprendizagem e de apropriação dos discursos e conhecimentos de Vigotski (2009). Esperamos que por meio desse suporte teórico-prático e do intercâmbio entre os diferentes níveis de ensino possa ocorrer uma compreensão mais ampla do ato de ensinar, apropriação e uso dos gêneros discursivos, além de uma atitude crítico-reflexiva no que tange a inserção da língua inglesa no contexto escolar. O foco do projeto está na implementação dos objetivos propostos pelas DCE/PR para o ensino de Língua Inglesa na Educação Básica por meio do trabalho com diferentes gêneros discursivos/textuais, didatizados para sua compreensão e apropriação pelos alunos da rede pública. Assim, com base na teoria de gêneros, produzimos atividades complementares para o trabalho proposto pelo livro didático adotado, com vistas ao desenvolvimento das capacidades de linguagem dos estudantes. O resultado esperado, advindo do trabalho colaborativo deve ser a melhoria da qualidade de ensino ofertado, resgatando motivacionalmente tanto os professores em formação quanto os professores em exercício, além dos dirigentes da escola e, sobretudo, os alunos para que possam efetivar seu processo de ensino e aprendizagem da disciplina de Língua Inglesa.



PFI - Programa Paraná Fala Línguas Estrangeiras, segunda fase, O Paraná Fala Inglês

Coordenação Institucional: Profa. Dra. Alessandra Augusta Pereira da Silva

Coordenação Pedagógica: Prof. Me. Adriano Henriques Lopes da Silva

Objetivo: Impulsionar a Unespar a promover ações de internacionalização de maneira significativa por meio do ensino, da pesquisa e da extensão que ultrapassem as barreiras geográficas ao capacitar estudantes, docentes e agentes universitários em língua estrangeira.

Site: http://www.unespar.edu.br/paranafalaingles

E-mail: pfi@unespar.edu.br

O que é o Paraná Fala Inglês? 
O Paraná Fala Inglês é uma iniciativa das Instituições Estaduais de Ensino Superior em parceria com a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) e tem como objetivo impulsionar as universidades a promoverem ações de internacionalização de maneira significativa por meio do ensino, da pesquisa e da extensão que ultrapassem as barreiras geográficas ao capacitar estudantes, docentes e agentes universitários em língua inglesa.

Quais os cursos e níveis ofertados?
Os cursos, nesta etapa, estão classificados em quatro categorias a partir do nível pré-intermediário: Curso Preparatório para exames internacionais de língua Inglesa; Curso de Inglês Geral; Curso de Inglês para fins específicos; e Curso de Inglês Acadêmico

Qual o custo dos cursos oferecidos na Unespar?
Não há custo com mensalidades para os interessados em participar dos cursos. Somente o material didático, disponível eletronicamente, deve ser adquirido no valor aproximado de R$ 75,00 para utilização a cada semestre.

Quando, como e onde são as aulas?
Os cursos são realizados presencialmente nos Laboratórios de Línguas do Paraná Fala Inglês nos campi da Unespar em Campo Mourão, Paranaguá e União da Vitória com módulos semestrais.

Como se inscrever?
Se você quer participar, acesse www.unespar.edu.br/paranafalaingles e acompanhe as datas dos processos seletivos, via Editais, lançados no início de cada semestre letivo.



Programa Línguas Estrangeiras na Unespar
Coordenadora institucional: Alessandra Augusta Pereira da Silva
Coordenação pedagógica: a definir
Resumo: O Programa de Extensão formaliza uma proposta em discussão com o escritório de Relações Internacionais da Unespar desde o ano letivo de 2015, em conjunto com ações já estabelecidas pelo Programa Paraná Fala Línguas Estrangeiras (TC 14/14) em convênio com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, SETI, como uma das ações que visam à capacitação interna de nossos estudantes, agentes universitários e professores para futuros programas internacionais. Este Programa se vincula e está subordinado diretamente ao Escritório de Relações Internacionais (ERI) e à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Unespar, PROEC, da Unespar e prevê cinco etapas, respectivamente, a inserção de projetos de extensão; a seleção de estudantes de graduação e/ou professores para ministrar oficinas de línguas estrangeiras; a inscrição e seleção de candidatos aos cursos e/ou oficinas; a execução do cursos/oficinas e a avaliação do projeto. Os cursos e/ou oficinas vinculadas ao Programa objetivam desenvolver atividades de compreensão e produção textual oral e escrita de nível básico de línguas estrangeiras, cabendo ainda ser inseridas oficinas de línguas instrumentais e de diferentes níveis de aprendizagem de línguas estrangeiras, conforme a demanda e a infraestrutura de cada campus. A coordenação institucional do programa é responsável pelo seu acompanhamento e as atividades administrativas inerentes a ele. Concomitantemente, a coordenação pedagógica é responsável pela orientação e acompanhamento pedagógico de todos os envolvidos no Programa. As oficinas serão ofertadas em contraturno, respeitando a especificidade de horário de cada campus. Uma Estrutura Programática de cursos será disponibilizada pela coordenação geral do Programa para todas as oficinas em comum, havendo controle de frequência e avaliações para a certificação dos estudantes. No entanto, alterações podem e devem ser realizadas pelos coordenadores dos projetos sob a ciência e acompanhamento da coordenação geral do Programa, segundo as demandas e condições de cada projeto proposto. O Programa justifica-se pela alta demanda de implantação de ações que visem a permanência de estudantes nos cursos e qualificação da comunidade interna na Unespar, considerando a necessidade de gratuidade para atender as condições econômicas dos mesmos, respaldado, a nosso ver, por algumas das metas da PROEC, em se tratando, particularmente, de políticas de permanência de estudantes e de internacionalização. Ademais, a proposta é uma das respostas às evidências empíricas experienciadas pela proponente ao coordenar o Programa Paraná Fala Inglês na Unespar, cooperando com as políticas da gestão atual da reitoria da Unespar de capacitação da comunidade interna da instituição.



Projeto de Extensão:

I Seminário de Estudos Linguísticos: leitura, escrita e análise linguística e as relações com a práxis escolar
Coordenadoras: Adriana Beloti, Adriana Delmira Mendes Polaro, Elizabeth Labes
Descrição: O Projeto de Extensão I Seminário de Estudos Linguísticos: leitura, escrita e análise linguística e as relações com a práxis escolar objetiva proporcionar aos seus participantes a ampliação do conhecimento acerca de conceitos relacionados ao processo de ensino e aprendizagem de Língua Portuguesa, especificamente, voltados às práticas de leitura, escrita e análise linguística, em suas relações entre aspectos teóricos, metodológicos e práticos. A organização das ações possibilita o diálogo entre o Ensino Superior e a Educação Básica, articulando reflexões de professores em formação inicial e continuada, contribuindo com discussões que busquem pensar, por exemplo, práticas pedagógicas para contribuir com a qualidade da educação na rede básica. Ademais, a interação de professores/pesquisadores da Unespar/CM com professores de outros campi e/ou de outras Instituições de Ensino Superior também fomentará o desenvolvimento de projetos, com o objetivo de desenvolver ações de extensão e, ainda, de pesquisa. Pelo fato de este Projeto ser coordenado e executado por professores do Curso de Letras e ter como principal público alvo estudantes desse curso, a relação com disciplinas da matriz curricular é intrínseca, efetivando a relação do tripé do Ensino Superior: ensino – pesquisa – extensão.



Tópicos de Teoria da Literatura I: Esse ofício do verso – estudo do poema
Coordenador: Sandro Adriano da Silva
Descrição: O projeto Tópicos de Teoria da Literatura I: Esse ofício do verso – estudo do poema objetiva oportunizar um momento de revisão e ampliação dos conteúdos estudados em sala de aula, dirigido, especialmente, às acadêmicas e acadêmicos do 1º ano, e aberto a outras turmas do Curso. A finalidade é estudar aspectos formais e estilísticos do poema lírico, tendo como conteúdo programático: a) conceitos de poesia a partir das poéticas clássica, romântica, moderna e contemporânea, textos fundantes da teoria da lírica; o poema e sua materialidade artística: disposição gráfico-visual, enunciação lírica, verso, ritmo, metrificação, sonoridade e simbolismo sonoro, imagem lírica, figuras de linguagem, relações intertextuais, simbologia. E c) leitura, análise e interpretação textos poéticos, a partir de abordagens imanentistas, identificando seus princípios estético-formais.



4º Seminário de Teoria, Crítica e Leitura de Obras Literárias: Estudos sobre a Literatura Dramática, da Antiguidade ao Contemporâneo
Coordenador: Willian André
Descrição: O projeto de extensão 4º Seminário de Teoria, Crítica e Leitura de Obras Literárias: Estudos sobre Literatura Dramática, da Antiguidade ao Contemporâneo dá continuidade aos ciclos de debates sobre literatura que o Grupo de Pesquisa Diálogos Literários, vinculado ao Colegiado de Letras da UNESPAR/Campo Mourão, tem promovido anualmente, com o objetivo de oferecer a seus participantes ampliação do horizonte de leituras e aprofundamento do arcabouço teórico-crítico. O conjunto de debates que compõem a estrutura do projeto, realizados aos sábados, visa a oferecer subsídios e reflexões tanto para a experiência docente quanto para o desenvolvimento de pesquisas na esfera acadêmica. Mantendo a prática de realizar recortes temáticos, a presente edição propõe aprofundamentos específicos sobre os estudos da literatura dramática, traçando um percurso que vai da Tragédia Grega até as manifestações contemporâneas.